Franca, 21 de Novembro de 2017

Diocese de Franca

CNBB - Regional Sul 1

Voltar

13/02/2017 - Quaresma 2017


“Cultivar e guardar a criação” (Gn 2,15).

          

QUARESMA 2017

 

Caros irmãos e irmãs,

Mais uma vez a Igreja, através de sua liturgia, nos oferece a oportunidade de seguir um itinerário de conversão, em preparação à Páscoa, quando celebraremos a ressurreição de Cristo, fonte de nossa esperança. Assim é a Quaresma, tempo de oração mais intensa, de uma firme ascese e caridade sincera.

O Senhor nos quer no caminho da santidade, pois pelo Batismo nos tornamos criaturas novas, somos seus filhos e templos do Espírito Santo.

Ser santo é graça, mas Deus conta com a nossa colaboração. A Quaresma nos educa para o encontro pessoal com Ele, nosso verdadeiro repouso; para um cultivo maior da vida interior, através da oração, meditação e participação nos sacramentos, principalmente Eucaristia e Confissão; para uma escuta atenta, orante e obediente da Palavra; na devoção à Maria,a “cheia de graça” (Lc 1,28) e aos santos, nossos intercessores, escolas de virtudes; a viver bem e intensamente o momento presente, lugar mais seguro de santidade; a amar a Igreja e aos irmãos.

O período quaresmal nos ensina a cultivar e guardar a criação, educando-nos “para a preservação da natureza e o cuidado com a ecologia humana, através de atitudes que respeitem a biodiversidade e de ações que zelem pelo meio ambiente” (DGAE, 122).

Quaresma e Campanha da Fraternidade: “Cuidar da criação, de modo especial dos biomas brasileiros – ‘Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica, Pampa, Pantanal’, nossa riqueza, beleza e necessidade – dons de Deus, e promover relações fraternas com a vida e a cultura dos povos, à luz do Evangelho” (Objetivo Geral da CF 2017).

“Convertei-vos e crede no Evangelho”: ao ouvir e acolher este apelo de penitência e de mudança de vida, coma imposição das cinzas em nossas cabeças na Missa da quarta-feira, que abre a Quaresma, lembramos a nossa condição de pecadores e a necessidade que temos de abrir generosamente e com alegria, o nosso coração para vivermos de modo pleno este tempo de revelação da imensidão do amor de Deus por nós, que nos perdoa e nos concede uma nova vida.

Neste ano dedicado aMaria, aprendamos com ela a obediência e a fazer a vontade do Senhor.

Acolhamos os apelos da Campanha e as sugestões de atividades.

A Igreja nos convida a um gesto concreto de fraternidade e partilha, que é a coleta da solidariedade, realizada no Domingo de Ramos, dia 9 de abril.

Que Deus, nosso Pai e Senhor, nos ajude “a ser responsáveis e zelosos pela Casa Comum”. Que cresça em nós “o desejo e o empenho de cuidar mais e mais da vida das pessoas, e da beleza e riqueza da criação, alimentando o sonho do novo céu e da nova terra” que Ele nos prometeu (Oração da CF 2017).

Uma boa Quaresma para todos!

 

Dom Paulo Roberto Beloto,

Bispo de Franca – SP.