Franca, 19 de Outubro de 2019

Diocese de Franca

CNBB - Regional Sul 1

Festa da Familia Diocesana 19/08/2017

A 26ª Festa da Família Diocesana foi preparada para estar em comunhão com a Igreja do Brasil, celebrando o ano Mariano, os 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora nas águas do Rio Paraiba do Sul, e teve como tema “Com a Mãe Aparecida, celebramos a Família Diocesana”- “Fazei tudo o que ele vos disser!” (Jo2,5).

O evento aconteceu no último sábado, dia 19 de agosto, no Ginásio Poliesportivo Pedrocão em Franca (SP), e teve início as 16h com a oração do Terço mariano, contemplando os Mistérios Gloriosos, conduzido por Padre Adriano Silva, pelos religiosos e consagrados, vigários forâneos, leigos e leigas da diocese.

Em suas primeiras palavras, D. Paulo Beloto, bispo diocesano, fez memória a D. Diógenes Silva Matthes, falecido no ano passado (2016) e por quem, além das paróquias, movimentos, diáconos, consagrados, liderança, povo de Deus, autoridades, famílias e as particulares de cada participante, foram colocadas as intenções deste Terço.

Alguns momentos durante a oração do Terço foram particularmente marcados pela emoção: a entrada da imagem, a oferta de rosas e a coroação de Nossa Senhora Aparecida, Rainha e Mãe.

Terminado o terço, com a procissão de entrada teve início a santa Missa, celebrada na Solenidade da Assunção de Nossa Senhora, que foi presidida por Dom Paulo Roberto Beloto, concelebrada por todos os presbíteros da diocese, contando com a participação de um grande número de coroinhas, acólitos, Ministros da Sagrada Comunhão, seminaristas e salmistas, além de aproximadamente 6000 fiéis leigos.

Já nos primeiros momentos da celebração, Dom Paulo salientou que Maria tem a missão de levar o povo até Jesus. Com Maria rezamos o Terço, disse ele, e ela também participa deste mistério da redenção que é a Eucaristia.

Em sua Homilia, partilhou alguns ensinamentos com relação à devoção a Maria, porque se tem esse costume, esta tradição.

Quatro colunas sustentam a nossa piedade Mariana, explicou ele. A 1ª coluna é a própria PALAVRA de DEUS. É dali que tiramos esses elementos. A presença de Maria ali é discreta. Maria é detentora da missão de ser a mãe do Redentor. O anjo lhe diz “Alegra-te”... O anjo é o mensageiro de Deus, é o próprio Deus que está falando para a criatura humana. Quando Maria visita Isabel, ela lhe diz “Bem aventurada”....Nós também proclamamos como Isabel que Maria é bendita. “Todas as gerações”... É o que estamos fazendo aqui hoje, completou Dom Paulo: somos a geração que proclama Maria “bendita”.A 2ª coluna é a TRADIÇÃO de IGREJA. Só estamos aqui porque alguém nos antecedeu, temos nossos pais na fé. Dom Paulo exemplificou citando dois documentos da Igreja que falam sobre a piedade mariana, ressaltando que os primeiros exercícios de piedade devem ser dirigidos a Maria.

A 3ª coluna: o melhor lugar para venerar Maria é a SAGRADA LITURGIA – se você foi à missa vai estar venerando com a Igreja a Maria. A liturgia celebra entre outras, festas e solenidades marianas.

A 4º coluna se refere aos 4 DOGMAS (verdades de fé) da Igreja: Maria mãe de Deus, a Imaculada Conceição, Maria sempre Virgem e a Assunção. Quem acolhe a mãe está bem próximo de seu Filho. A mãe alimenta, educa na fé. Podemos aprender muitas coisas de Maria. Maria é mãe da fé, da esperança, da caridade, nos ajuda a amar, a praticar o amor e a caridade - tesouro da nossa espiritualidade.

Nos momentos finais da celebração Padre Valdomiro Souza, coordenador diocesano de pastorais, dirigiu os agradecimentos a Deus e a todos que contribuíram de uma maneira ou de outra para a realização da Festa. Padre Célio destacou o próximo evento diocesano para o qual todos estão convidados a participar: o 30º Hallel, que será realizado no Parque Fernando Costa, de 7 a 10 de setembro próximos. Monsenhor Fábio Girolamo, fez uma singela homenagem através de um poema, a D. Diógenes Silva Matthes, “aquele que nos guiou como diocese”.

Após a benção final, como o “discípulo amado”, com alegria os fiéis deixaram o recinto dirigindo-se às suas casas levando consigo Nossa Senhora, “Mãe de Jesus e nossa Mãe”.

O evento teve a cobertura da PASCOM diocesana e foi transmitido ao vivo pela TV Ribeirão Web News (www.missaaovivo.paginaoficial.ws ) . Confira as fotos, esta e também outras notícias em nossa página no facebook.


Páginas:

12