Franca, 17 de Julho de 2019

Diocese de Franca

CNBB - Regional Sul 1

2º Encontro da Pastoral da Comunicação da Sub-região RP1 02/05/2019

Franca sedia Encontro da Pascom com agentes de 4 dioceses A cidade de Franca sediou neste domingo, 28 de abril, na Paróquia Menino de Jesus, o 2º Encontro da Pastoral da Comunicação da sub-região RP1. A regional compreende a Arquidiocese de Ribeirão Preto e as Dioceses de Franca, Jaboticabal e São João da Boa Vista. O encontro teve como assessor o jornalista Ricardo Alvarenga, da Arquidiocese de São Luís (Maranhão). Doutorando e Mestre em Comunicação Social e Colaborador da Comissão Episcopal para a Comunicação (CNBB), Alvarenga abordou sobre o tema: “Guia de Implantação da Pastoral da Comunicação (CNBB)” e o lema: Lema: “Somos membros uns dos outros” (Ef 4, 25). A abordagem teve como objetivo a formação e articulação dos trabalhos da Pastoral da Comunicação nas paróquias e nas dioceses. Para esse encontro foram convidados: os padres, os diáconos, os coordenadores diocesanos e paroquiais da Pascom, agentes de pastoral das diversas pastorais, movimentos e serviços da Igreja, e interessados no trabalho da Pascom. Dividido em dois momentos, o encontro também abriu espaço para troca de experiência e esclarecimento de dúvidas em relação a cada vivência de Pascom pelos agentes participantes. Bispo da Diocese de Franca, Dom Paulo Roberto Beloto, também esteve presente, deu boas vindas aos pasconeiros e ao assessor convidado e falou sobre a importância da espiritualidade dentro da Pascom, como um dos quatro eixos de trabalho da pastoral. Os demais eixos: articulação, formação e produção também foram tratados ao longo do dia. O assessor eclesiástico da Pascom na sub-região RP1, padre Igor Lima, se mostrou satisfeito com a participação dos agentes das quatro dioceses envolvidas e com a interação promovida por Alvarenga. “O encontro foi muito positivo, o Ricardo nos mostrou que vale a pena investir na Pastoral da Comunicação e a participação dos agentes das quatro dioceses muito nos alegra pois temos que assumir o trabalho de articulação com bastante força e de forma eficaz”.


Páginas:

1