Franca, 21 de Novembro de 2017

Diocese de Franca

CNBB - Regional Sul 1

29/07/2016 - Diácono Rodrigo Anael será ordenado padre nesta sexta em Restinga



Motivo de alegria para toda a Diocese de Franca, o diácono Rodrigo Anael de Paulo será ordenado padre, pela imposição das mãos de Dom Paulo Roberto Beloto, bispo diocesano. A ordenação acontece nesta sexta-feira, dia 29 de julho, às 19h30, durante celebração eucarística na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Restinga.
O diácono Rodrigo tem 28 anos e é natural de Restinga. Durante conversa com a Pascom, compartilhou que até os 18 anos vivia como outros jovens a experiência familiar, do namoro, do trabalho, etc, sem nunca haver pensado em sua ”vocação“, até que começou a participar das Comunidades Neocatecumenais. A partir de uma convivência, onde foi desenvolvido o tema ”Família“, despertou para seu chamado e começou a fazer um acompanhamento vocacional. 
Como fruto deste tempo de discernimento, aos 19 anos, entrou para o Seminário Diocesano. Ali recebeu a formação própria e realizou sua atuação pastoral. Assim, como parte de sua formação, pode fazer a experiência de apostolado em diferentes cidades da diocese como Pedregulho, Ituverava, Franca, Cristais Paulista, Nuporanga e Restinga, em vistas à aprendizagem do serviço à Igreja a ser assumido futuramente como presbítero.
Questionado sobre sua expectativa sobre este novo tempo, o diácono Rodrigo compartilhou que vê com tranquilidade esse momento após oito anos de preparação. “Não consigo encontrar palavras para expressar este momento... Gratidão a Deus por este dom, seria a melhor escolhida. Fico na expectativa daquilo que estou assumindo”, disse. “O que é ser padre não somente para o momento, mas para o futuro, o que eu posso ser a partir deste momento. Você sai de uma realidade e é lançado ao mundo...”, completou.
No lema escolhido para a ordenação, ”Já não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim“ (Gl2,20), o diácono Rodrigo encontra a essência do sacerdócio, pois o padre deve ser alguém que deixa tudo para ser todo de Deus, para ser o Cristo no mundo, dando testemunho de fé e de santidade, esclarece ele. E continua, segundo São João Maria Vianney, ”o padre deve ser aquele que leva as pessoas para o céu“. Nisso encontro a minha missão: encontrar Cristo e levar Cristo aos outros, no grande dom do sacerdócio.
Diocese e familiares, juntos, colocam-se em oração por este jovem: dom para toda a Igreja. As primeiras missas do neo-sacerdote serão realizadas nas paróquias Nossa Senhora Aparecida em Restinga, no dia 30 de julho, às 19 horas; e Nossa Senhora Aparecida de Pedregulho, no dia 31 de julho, também às 19 horas. Todos estão convidados a participar desse grande momento de celebração.