Franca, 21 de Novembro de 2017

Diocese de Franca

CNBB - Regional Sul 1

12/12/2016 - Coordenação de Pastorais realiza última reunião com Realidades Diocesanas



A cada dois meses, a Coordenação de Pastoral Diocesana realiza uma reunião com os coordenadores diocesanos de pastorais e realidades (movimentos, comunidades, etc). No último dia 10 de dezembro foi realizada a última reunião deste ano, nas dependências da Paróquia São Sebastião, no alto da Estação, em Franca.

Na ocasião, se fizeram representar as Pastorais da Sobriedade, Vocacional, da Esperança, Familiar,Encontro de Casais com Cristo (ECC),FraternidadeServas de Jesus e Maria, Movimento da Mãe Rainha de Schoenstatt, Renovação Carismática Católica(RCC),Encontro com Jesus (Sítio do Vô Ivo),Comunidade Arca da Aliança,Terço dos homens, Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) e Diaconato Permanente. A reunião teve como objetivo a avaliação dos trabalhos realizados durante o ano de 2016, foi conduzida por padre Valdomiro, coordenador de pastorais e mais uma vez contou com a presença do bispo diocesano, Dom Paulo Beloto.

Na abertura dos trabalhos, como motivação, Dom Paulo fez menção às palavras do Papa quando do Ano da Fé, convidando a todos a rever os “modelos de fé”, como Elias (e outros, ressaltados pela liturgianeste tempo de preparação para o natal): pessoas que tiveram, como cada um daqueles ali presentes, também suas fraquezas mas que se mantiveram perseverantes na caminhada.Neste sentido, D. Paulo exortou os presentes a“aprender com o autor do Eclesiástico, a elogiar – pensar nas coisas boas”. Ressaltou que temos uma tendência a criticar, o que leva ao pessimismo. Temos que ter mais esperança, disse ele. Não é fechar os olhos, não sermos ingênuos, mas perceber que temos coisas boas. Olhar para trás para perceber as coisas boas, mas com os olhos para a frente, concluiu.

Padre Valdomiro enfatizou que a reunião da coordenação com as pastorais é o momento de estreitar os laços e que, portanto, a presença de cada pastoral e realidade é extremamente importante: é o espaço favorável para ouvir e falar.

No primeiro momento, a partilha foi direcionada para a avaliação das reuniões realizadas durante este ano. Algumas colocações dos participantes: importância do sentir-se corpo (Igreja); importância da comunicação (troca, partilha);da continuidade que leva à unidade; oportunidade de aproximação, que nos faz irmãos; momento do conhecimento do que é realizado por todos. Um dos participantes também enfatizou, “na família encontramos quem nos ouve. Aqui somos família, podemos viver a experiência da proximidade, comunhão, proximidade com o pastor que traz a visão de Igreja e direciona o caminhar”.

D. Paulo ressaltou a importância da reunião num tempo de “esfacelamento da Igreja”, da dificuldade do ser humano em “caminhar juntos”. Um movimento ou pastoral às vezes realiza o mesmo trabalho que outra realidade. A reunião possibilita juntar forças.

A avaliação do processo de levantamentos, estudos, e da Assembleia diocesana realizada em novembro último em vistas do 9º Plano Diocesano, mostrou-se positiva tanto no que se refere à oportuna colocação realizada pelo Cônego Alfeu Piso como motivação para a Assembleia, quanto na dinâmica proposta para todo o processo, com a maior participação dos envolvidos nas diversas instâncias de serviço da diocese. Algumas possibilidades de melhoria foram apontadas e salientou-se o desejo de D. Paulo de que as propostas contidas no 9º Plano se apresentem de forma mais sucinta, possibilitando que realmente se realize aquilo que ali está proposto. Ressaltou-se ainda a adesão refletida no grande número de participantes na Assembleia.

Outros assuntos de ordem prática também foram tratados. Padre Valdomiro sublinhou mais uma vez a importância de uma boa comunicação entre as realidades e pastorais com a coordenação, inclusive no sentido de serem comunicadas todas as vezes que a coordenação destas é mudada para que a comunicação continue a acontecer, e que a pastoral só será reconhecida se for provisionada pelo bispo.

Houve então uma partilha sobre aquilo que as pastorais, movimentos e realidades estão realizando.

Finalizando a reunião, Padre Valdomiro agradeceu aos participantes, valorizando a presença de cada um, e lamentou a ausência de algumas realidades. D. Paulo reforçou a importância desta presença dos coordenadores, dizendo que conta com todose pediu que os presentes pudessem incentivar os demais à participação nesta reunião no próximo ano.

Com a benção final realizada por Dom Paulo, a reunião foi concluída.